Menu fechado

Seac-MG e Sindeac/BH fecham CCT 2021: reajuste de 4,5% e impacto econômico de 4,35%

O salário dos trabalhadores do segmento de Asseio e Conservação de Belo Horizonte e de parte do interior de Minas Gerais teve reajuste salarial de 4,5% a partir de 1º de janeiro de 2021. As negociações coletivas foram concluídas nesta terça-feira (22/12), entre o Sindicato das Empresas de Asseio e Conservação do Estado de Minas Gerais (Seac-MG), o Sindicato dos Trabalhadores (Sindeac) e a Federação dos Empregados em Turismo e Hospitalidade de Minas Gerais (Fethemg).

Segundo informou o presidente do Seac-MG, Renato Fortuna Campos, todas as cláusulas econômicas serão reajustadas em 4,5%, exceto o ticket alimentação, que será reajustado 3%. O Programa de Assistência Familiar (PAF) será corrigido em 13,12%. O impacto econômico no setor será de 4,35%, informou o presidente do Seac-MG.

Apesar das dificuldades impostas pela pandemia da Covid-19, os Sindicatos conseguiram cumprir o compromisso de fechar as Convenções Coletivas de Trabalho (CCT), antes da data-base da categoria, fixada em janeiro. O processo de negociação foi iniciado, oficialmente, no dia 29 de setembro, com a designação dos membros da Comissão Geral do Seac-MG, por uma Assembleia Geral Extraordinária.

De acordo com Renato Fortuna, muitos postos de trabalho foram fechados, principalmente, no setor de serviços. “Nossa prioridade nas negociações coletivas é proteger os empregos e evitar demissões”, destacou o presidente do Seac-MG, também presidente da Federação Nacional das Empresas Prestadoras de Serviços de Limpeza e Conservação (Febrac), destacando a receptividade do presidente do Sindeac e Fethemg, Paulo Roberto da Silva.

O Seac-MG já fechou as CCTs com dois dos principais sindicatos representativos da categoria profissional na Região Metropolitana de Belo Horizonte e interior. As pautas da Fethemg e do Sindeac foram entregues ao Seac-MG nos dias 06 e 28 de outubro, respectivamente. Em seguida, foram enviadas a todos os empresários para sugestões, até o dia 23/11, para elaboração da contraproposta aos trabalhadores.

O Sindicato continua com o processo de negociação coletiva com outras entidades sindicais representativas dos trabalhadores em Minas Gerais. “A partir de agora, acredito que as negociações serão agilizadas, porque as CCTs do Sindeac e Fethemg são a base para os outros instrumentos normativos”, destacou o Renato Fortuna.

Please follow and like us: