Menu fechado

Seac-MG mantém alto nível dos indicadores de Gestão da Qualidade

Nessa sexta-feira (24/01), o Organismo Certificador Rina Brasil Serviços Técnicos realizou a 2ª auditoria periódica da Certificação ISO 9001:2015 do Sindicato das Empresas de Asseio e Conservação do Estado de Minas Gerais (Seac-MG). Como nas auditorias anteriores, o Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ) está em conformidade com o que estabelece a norma, demonstrando a busca da melhoria contínua. Em novembro/2020, o SGQ do Sindicato vai passar pela quarta auditoria de Recertificação.

 

A primeira auditória na norma ISO 9001:2015 foi realizada no dia 16 de janeiro de 2019, desde a segunda recertificação do Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ), em janeiro de 2018. A primeira certificação do Seac-MG foi na versão ISO 9001:2000, em dezembro de 2008. Desde então, o Sindicato passou por 11 auditorias, sendo oito periódicas e três de recertificação nas normas 9001:2008 e 9001:2015. O escopo é “Prestação de Serviços de Assessoria Jurídica; Emissão de Certidão de Regularidade Sindical e Coordenação de Qualificação Profissional às Empresas Representadas”.

 

O auditor do Organismo Certificador, Alex Miranda, destacou que a cultura da qualidade está bem estabelecida no Sindicato, o que vem sendo demonstrado em todos os relatórios desde a primeira certificação, em 2008. “O Sindicato apresenta Sistema organizado e transparente, indicadores atualizados, fluxo de processo bastante dinâmico, clima organizacional positivo, o que facilita em muito a auditoria e o acesso aos registros”, ressaltou.

 

De acordo com Alex Miranda, o objetivo da auditoria é conferir ao Sistema a credibilidade reivindicada pela norma. “As ações preventivas estão produzindo melhoria continua ao SGQ, devido à análise das causas e problemas, com ações corretivas ágeis e acertadas, e oportunidades de melhorias identificadas”. Quanto ao comprometimento da equipe, Alex Miranda salientou que os entrevistados apresentaram um alto nível de competência e consciência dos processos nos quais estão envolvidos.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Social/Sonia Zuim

Please follow and like us: